15 de mar de 2011

Previ-Bilíngue

Começa nesta terça-feira a 1ª etapa de inscrições para o 
Previ-Bilíngue.
O servidor que perder o prazo para inscrever seu dependente, até 1° de abril, não terá outra oportunidade

Começa nesta terça-feira (15/3) a primeira etapa das inscrições para o Previ-Bilíngue, benefício criado pelo prefeito Eduardo Paes visando a preparação dos dependentes de servidores do município para a Copa 2014 e Olimpíadas 2016. Esta primeira etapa é de habilitação, nela os servidores interessados fazem as incrições pela internet para os dependentes. O prazo é até o dia 1° de abril, quem perdê-lo não poderá usufruir do benefício. Posteriormente a lista dos habilitados será divulgada no Diário Oficial/Internet.

De acordo com o Decreto N.º 33372, editado no dia 18 de fevereiro no Diário Oficial do Município (republicado no D.O do dia 22 de fevereiro), o Previ-Rio vai pagar 100% do curso de inglês de filhos de servidores do Município do Rio de Janeiro com idade entre 6 anos e 21 anos, desde que os funcionários sejam segurados (estatutários) e ganhem até R$ 2.040 por mês. Este benefício vale para os filhos de servidores ativos e inativos, mas não abrange pensionistas. Os filhos dos servidores que ultrapassarem o teto de rendimento não poderão usufruir do Previ-Bilíngue.

Na segunda etapa de inscrição para o benefício, o servidor entra no site do Previ-Rio e escolhe o curso/localização em que deseja inscrever o seu dependente. No momento que ele faz essa escolha, é emitida a Carta Benefício, que deve ser usada em cinco dias no local onde o curso vai ser feito. Se ela não for usada no prazo, o servidor perde o benefício.

A portaria 853, publicada no dia 23 de fevereiro, regulamentou o Previ-Bilíngue e estabeleceu também regras para os cursos que farão convênio com o Previ-Rio, como, por exemplo, ter unidades em pelo menos oito bairros da capital e em uma outra cidade da região metropolitana. Os cursos serão realizados em módulos semestrais, com pelo menos duas horas semanais de aula, pelo período de três anos e meio. A próxima etapa é fazer o convênio com estas instituições de ensino, para que a demanda possa ser atendida. As inscrições para os filhos de servidores poderão ser feitas para os 1° e 2° semestres deste ano. Entretanto, é provável que haja mais cursos disponíveis a partir de julho, devido ao prazo apertado para firmar os convênios.

Os servidores ativos que desejarem frequentar estes mesmos cursos poderão fazê-lo pelo valor de R$ 90 por mês, com material didático, a partir do 2° semestre, inclusive os estranhos aos quadros, independentemente da faixa de rendimento. Neste caso, as inscrições serão gerenciadas pela Secretaria de Administração. O pagamento com débito em contracheque está sendo estudado.



Nenhum comentário:

Postar um comentário