31 de dez de 2010

Mensagem de final de ano Rioeduca.net



Agradecemos a colaboração de todos durante o ano de 2010. 
Em 2011, queremos você ao nosso lado. Juntos, podemos cantar bem mais forte!!!
O que queremos? Apenas um milhão de AMIGOS!!!

Obs: vídeo produzido por Rioeduca.net com fotos especialmente enviadas pela rede, via e-mail e twitter.

Postado por Lilian Ferreira

Exercite-se na arte de ser feliz!



29 de dez de 2010

Uma mensagem de gratidão







"Um sonho compartilhado no virtual se tornou real. Um desafio gigantesco foi vencido na persistência. Sou feliz por ter sonhado junto e ter ACREDITADO junto!"
Educopedista Ana Paula Lisboa

Não poderia deixar o ano terminar sem um educomunicado final, com uma mensagem especial. Mensagem esta que precisava ser de gratidão, já que nenhuma palavra e nenhum ato vai conseguir expressar o quanto eu sou grato a vocês, à equipe de coordenação e à nossa Secretária.

A Educopédia é um sonho coletivo, não tem pai, não tem mãe, não é da SME, nem do Oi Futuro, é quase "Tribalista" (...eu sou de todo mundo e todo mundo me quer bem, rs...). É uma construção coletiva, cheia de solidariedade, de professores para professores, com o melhor combustível do mundo: o carinho.

Acho que ainda estou (e cada vez mais) anestesiado com tantas boas notícias e com a velocidade em que as coisas vem acontecendo. Vocês sabem que há menos de 1 ano nada disso existia e tudo foi construído com 0 centavos da SME, mas com uma dedicação enlouquecedora que inclui madrugadas e fins de semana. Hoje até o nosso Ministro da Educação já é fã da nossa Educopédia e quer fazer dela uma política pública nacional, que possa auxiliar na melhoria da educação pública de todo o nosso país. Acho que nem eu nem vocês temos a compreensão exata do que estamos fazendo. Talvez tenhamos em 2, 5, ou 10 anos.

Além da felicidade de ver um sonho se realizando, o meu segundo maior prazer é o de conhecer, trabalhar, empreender e aprender com pessoas super especiais, que acabam se tornando amigos e amigas, que sempre me transmitem muito carinho. Isso é muito legal, mesmo! Tenho recebido um monte de mensagens lindas, às vezes não dá pra segurar a emoção... porque homem chora sim!

Precisamos ter a consciência clara e integral de que o futuro e talvez a vida de milhares (agora milhões) de crianças e jovens dependem de nossas ações e do nosso trabalho. Essas crianças e jovens, e principalmente aquelas das piores comunidades e famílias, precisam muito da gente, da nossa atenção, dos nossos esforços. É essa certeza que deve nos estimular a estarmos cada vez mais juntos e procuremos melhorar a cada dia.

Estou muito feliz, acho que a ficha ainda não caiu, sinceramente fico em dúvida se sou merecedor de tantas coisas boas. Sinto-me cada vez mais e eternamente abençoado e grato. 2011 vai começar com tudo e, juntos, a gente encara qualquer coisa.

Sem vocês, EDUCOPEDISTAS, nada disso seria possível. Tenham um orgulho cada vez maior do trabalho que vocês estão fazendo, porque vocês merecem o mundo!

Obrigado por tudo e contem comigo sempre!!! 2011 já é MARAVILHOSO.
Rafael.

27 de dez de 2010

A Comunidade a Serviço da Educação



O Bairro Educador Cantagalo, em parceria com o Oi Futuro, realizou o projeto Arte na Trilha com os alunos da E.M. Marília de Dirceu e do CIEP Pres. João Goulart. Durante os três meses de oficinas, os alunos sinalizaram com arte uma trilha que liga as duas escolas.
Os alunos marcaram o caminho com pegadas no chão e placas com desenhos, tudo criado e produzido por eles mesmos.

Creches e a aprendizagem na primeira infância

As creches e a aprendizagem na primeira infância

Há tempos, foi realizado um importante seminário internacional no Rio de Janeiro sobre desenvolvimento infantil que procurou enfatizar a importância da atenção à primeira infância. Especialistas de diferentes partes do mundo mostraram os avanços da área da neurociência e o impacto de programas de creche, pré-escola e atendimento em saúde a crianças e gestantes para a redução das desigualdades e o sucesso escolar. As pesquisas sobre o tema mostram, com bastante consistência que o acesso a programas de educação infantil melhoram o desempenho do aluno em avaliações de aprendizagem, reduzem a repetência escolar, aumentam a probabilidade de conclusão do Ensino Médio e reduzem comportamentos nocivos como criminalidade, delinqüência juvenil e uso de drogas. Ou seja, ao ter acesso a uma creche e pré-escola de qualidade, a criança terá melhores chances de uma vida mais digna no futuro. Isso se deve à combinação de um maior estímulo cerebral, na fase em que se formam a maior parte das conexões neurais e de uma alimentação mais apropriadas. Com uma creche em que os profissionais lêem histórias para as crianças pequenas, criam um ambiente em que o brincar possibilita interações ricas com seus pares, em que há uma imersão inicial da criança no mundo letrado, na forma de livros adequados para esta fase, o desenvolvimento ocorrerá de forma saudável e o vocabulário delas será ampliado. Ora, é especificamente no vocabulário que começam as diferenças de chances de sucesso escolar entre ricos e pobres. Uma criança de família mais rica e instruída tem um vocabulário bem mais extenso que a de origem social mais humilde. A partir daí começam as diferenças para a capacidade de se comunicar oralmente e por escrito e entender o que se lê. A creche e uma atenção às famílias que favoreça a leitura e a continuidade dos estudos da mãe ajudam na redução desta desigualdade. Em recente entrevista à revista Veja, James Heckman, ganhador de prêmio Nobel ressalta a importância de se investir em Educação nos primeiros anos de vida ao afirmar que “uma criança de 8 anos que recebeu estímulos cognitivos aos 3 conta com um vocabulário de cerca de 12 000 palavras – o triplo do de um aluno sem a mesma base precoce. E a tendência é que essa diferença se agrave”. E coloca a pergunta que torna clara a raiz das desigualdades no desempenho escolar: “Como esperar que alguém que domine tão poucas palavras consiga aprender as estruturas mais complexas de uma língua, necessárias para o aprendizado de qualquer disciplina?”. É com base nestas reflexões que iniciamos o desenho e a implantação de um novo modelo de atendimento à primeira infância que inclui a articulação de diferentes políticas públicas, como a Educação, a Saúde e a Assistência Social e uma agressiva ampliação da rede de creches na cidade. Associa-se a isto uma forte preocupação com a qualidade da atenção oferecida, em que a capacitação de agentes auxiliares de creche será uma prioridade, junto com a maior presença de professores articuladores em cada uma. Um trabalho com a família, com visitações domiciliares também se incorpora ao modelo. Mas o mais importante é prosseguir na transformação em curso do papel das creches. Elas não são mais meros lugares de guarda e proteção de crianças. Creche é lugar de aprender.

http://www.claudiacostin.com.br/index.php

21 de dez de 2010

MENSAGENS DE NATAL - Pesquisa Google





FELIZ NATAL!

Sonhos de Natal

Aquele velhinho sempre povoou os meus sonhos
Ao acordar, eu olhava e não o via...
O saco de brinquedos era minha adoração!
Ao acordar, eu procurava e não o encontrava.
O sapato, na janela, continuava vazio...
Em cada aniversário dele, eu sonhava e buscava.
E os sinos repicando na torre da igreja
Blém - blom...blém-blom... blém-blom
Pareciam me dizer: desilusão...desilusão...desilusão...
O tempo foi passando, a dor eu acalentando,
Até que entendi que o brinquedo era simbólico
Que o velhinho não existia
Que aquele, era o dia da Salvação!
Que Maria deu seu filho Jesus
para a nossa Redenção!
Com alegria percebi
que os sinos mudaram o som
que em mim agora ecoava
a palavra coração...coração...coração...
E o espírito do Natal, eu comecei a viver!


Feliz Natal!
Que você possa ter a alegria de vivê-lo em sua plenitude!

Um Ano Novo cheio de paz!
Ouvindo sempre os sinos do amor fraterno,
da solidariedade, da compreensão

19 de dez de 2010

Doe Um Livro...




@Literatuitando


Livro aberto é um cérebro que fala; fechado,um amigo que espera; esquecido, uma alma que perdoa; destruído,um coração que chora.

Campanha Doe Um Livro.

Vamos participar!
Campanha que visa arrecadar livros para escolas públicas e bibliotecas de todo o país

16 de dez de 2010

Equipe Zuzu Angel


ÁRVORE DOS MEUS AMIGOS

Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho. Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras apenas vemos entre um passo e outro. A todas elas chamamos de amigo. Há muitos tipos de amigos.

Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles.

O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e o amigo mãe. Mostram o que é ter vida.

Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós.

Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual respeitamos e desejamos o bem.

Mas o destino nos apresenta outros amigos, os quais não sabíamos que iam cruzar o nosso caminho. Muitos desses denominados amigos do peito, do coração. São sinceros, são verdadeiros. Sabem quando não estamos bem, sabem o que nos faz feliz...

Às vezes, um desses amigos do peito estala o nosso coração e então e chamado de amigo namorado. Esse dá brilho aos nossos olhos, música aos nossos lábios, pulos aos nossos pés.

Mas também há aqueles amigos por um tempo, talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora. Esses costumam colocar muitos sorrisos na nossa face, durante o tempo que estamos por perto.

Falando em perto, não podemos esquecer dos amigos distantes. Aqueles que ficam nas pontas dos galhos, mas que quando o vento sopra, sempre aparecem novamente entre uma folha e outra.

O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima, e perdemos algumas de nossas folhas.

Algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações.

Mas o que nos deixa mais feliz é que as que caíram continuam por perto, continuam alimentando a nossa raiz com alegria. Lembranças de momentos maravilhosos enquanto cruzavam com o nosso caminho.

Desejo a você, folha da minha árvore, Paz, Amor, Saúde, Sucesso, Prosperidade...
Hoje e Sempre... simplesmente porque: "Cada pessoa que passa em nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós. Há os que levaram muito, mas não há os que não deixaram nada. Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente de que duas almas não se encontram por acaso".

15 de dez de 2010

Encerramento 2010.

Festa de Encerramento da creche no RIOZOO.
Passeio, animais, cachorro-quente, picolé, Papai Noel, presente...
Amizade, amor, interação, confraternização...
Assim somos nós...
FAMÍLIA ZUZU ANGEL.

12 de dez de 2010

Jornada Pedagógica


Jornada Pedagógica para profissionais da Educação Infantil da rede municipal do Rio de Janeiro, que acontecerá de 13 à 17 de dezembro de 2010.
Ainda dá tempo de se inscrever!!
A Jornada consta no calendário de EI, prestigie!!! Faça sua inscrição!!

Férias...



Claudia Costin
Atenção, professores e AAC! Os professores e AAC sem PA fechado terão férias normais. Queremos vcs a todo vapor em 2011!!!

CALENDÁRIO 2011

Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro
Calendários: PEJA - EF - Creche e Pré-escola.
2011.
Link Aqui

5 de dez de 2010

Educopédia


Educopédia, uma plataforma virtual na qual os alunos de Ensino Fundamental podem ter aulas de forma diferente e divertida.
O site para acessar a plataforma http://www.educopedia.com.br/

Rioeduca


O Rioeduca é um portal feito para e por todos aqueles que sonham e batalham por uma educação pública de excelência na cidade do Rio de Janeiro. Aqueles que ultrapassam barreiras, superam obstáculos e provam que nada é impossível.Aqueles idealistas realistas, que compreendem o verdadeiro valor de uma escola pública de qualidade, mas mantêm os pés no chão, com muita criatividade; Aqueles que nunca desistem, pois têm a consciência de que o futuro de quase 700 mil crianças e jovens depende da resistência do seu trabalho.

1 de dez de 2010

Nossa Creche...



A CRECHE MUNICIPAL 06.25.610.ZUZU ANGEL Uma instituição de natureza Pública, para atendimento da criança de 02 a 03 anos, tendo por finalidade desenvolvimento integral da criança em seus aspectos físicos, psicológicos, intelectual e social, completando a ação da família e da comunidade.